Serviço de Inspeção Municipal e Vigilância Sanitária intensificam ações da campanha “Carne Clandestina: Diga não!”

A Prefeitura de Pedro Afonso, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, intensificou as ações da campanha "Carne Clandestina: Diga Não”", que visa combater o abate clandestino de animais e o consumo de carne sem certificação. 

Durante a semana, comerciantes e açougueiros foram orientados quanto ao manuseio da carne e também da verificação de sua origem. A ação é desenvolvida pela Prefeitura de Pedro Afonso em parceria com o Ministério Público Estadual e Vigilância Sanitária Municipal

Para o secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Albino Mazzola, o objetivo principal é promover a prevenção, controle e erradicação das doenças por intermédio da intensificação da fiscalização dos estabelecimentos revendedores. O abate clandestino de animais representa riscos ao consumidor, pela ingestão de alimentos de qualidade sanitária suspeita, além de contaminar o meio ambiente. 

A carne pode ser considerada clandestina quando não é realizada a fiscalização pelo serviço de inspeção sanitária e quando há sonegação fiscal.

"A ação lançada reforça o compromisso do prefeito Jairo Soares Mariano com a saúde pública e também o cuidado com a população a partir da fiscalização daquilo que vai para mesa das famílias. A campanha, em parceria  com o Ministério Público, terá uma agenda mantida ao longo do ano, de fiscalização, notificação e apreensão", relata o médico veterinário Pedro Palhares, diretor do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), ao destacar que o reconhecimento de estabelecimentos legalizados é feito através dos selos de Inspeção Sanitária do frigorífico fornecedor  expostos em local visível para ao consumidor, este podendo ser de esfera Municipal (SIM), Estadual (SIE), ou Federal (SIF), que garantem um produto alimentício de origem animal seguro e confiável.

O consumidor pode ajudar no combate ao abate clandestino. Para isto, é preciso fazer a denúncia nos canais disponíveis pela Prefeitura de Pedro Afonso, por meio de denúncia municipal na ouvidoria pelo telefone (63) 34661604 ou pelo site www.pedroafonso.to.gov.br, ou diretamente na Vigilância Sanitária do Município. 

Está disponível também os canais da ouvidoria do Ministério Público Estadual (63) 3216-7598/(63) 3216-7575 ou pelo site ouvidoria@mpto.mp.br.