Semacist realiza Dia de Campo na Cachoeira do Gorgulho

Tendo como cenário a paradisíaca Cachoeira do Gorgulho, localizada na Vila Mata Verde, a 45km do centro de Pedro Afonso, a equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Comércio, Indústria, Serviço e Turismo (Semacist), realizarou, na última semana, mais um dia de campo. 

Durante a ação foram realizadas atividades de conscientização ambiental e coleta de resíduos sólidos deixados por outros banhistas. Na oportunidade também foram plantadas mudas de árvores nativas como Baru, Oiti, Açaí, Seringueira, Cupuaçu, Sete-copas, Tamarindo entre outras.

O gestor ambiental Renan Barros de Oliveira afirmou que o “Dia de Campo” propiciou a todos uma interação íntima com a natureza e o entendimento sobre a importância da preservação da biodiversidade local. “A mata em torno da cachoeira ainda está satisfatória, sem agravantes e com variação vegetativa conforme cada trecho do córrego, porém foi necessário a limpeza no curso d'água, pois um local de corrente os entulhos estavam obstruindo a passagem natural da cachoeira”, frisou Renan.

Renan lembrou ainda da importância da preservação. “Se cada visitante não tiver consciência de proteger, respeitar e cuidar daquele lugar, em pouco tempo não teremos mais esta área de lazer tão maravilhosa, como não temos mais o Ribeirão”, lembrou ele.

Já a fiscal ambiental Jandevam Lima Mauriz, uma das mentoras da ação, ressaltou que a ação faz parte do calendário ambiental do município. “É essencial para que o município faça uma gestão de excelência em qualidade de vida e nos cuidados com a natureza. Nós humanos não deixamos apenas rastro aonde vamos, seja com a destruição da área nativa, falta de cuidados com o solo como também o hábito de não trazermos de volta o lixo que produzimos”, completou Jandevam ao afirmar que era significativa a quantidade de descartáveis e latinhas de bebidas em torno de um dos principais patrimônios naturais do município.

Para o secretário Peterson Lima o objetivo é que outras ações sejam executadas em outras áreas do município. “Estamos trabalhando com um calendário que descentraliza o debate sobre o meio ambiente e que pauta, nas diversas regiões do município, o chamado a preservação e o cuidado com o ecossistema”, frisou Peterson.