Prefeitura de Pedro Afonso divulga Plano de Imunização contra Covid-19

A Prefeitura de Pedro Afonso, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou, nesta terça-feira, 26, o Plano Municipal de Imunização Covid-19 do município, localizado a 206 km de Palmas. 

 

O documento, que aborda as principais diretrizes e etapas da vacinação para os moradores da cidade, que tem cerca de 16 mil habitantes e já contou com a aplicação da primeira das duas doses, traz como membros da primeira fase de vacinação os profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate à pandemia, idosos residentes em instituições de apoio, além da comunidade indígenas. 

 

O plano ainda estabelece outras três fases de vacinação, sendo a segunda delas, destinadas aos profissionais da segurança pública e idosos acima de 60 anos. Já a terceira fase atenderá pessoas com comorbidade, finalizando, na quarta fase, com trabalhadores em educação, forças armadas, funcionários do sistema penitenciário e população privada de liberdade. 

 

Segundo a secretaria, durante a campanha nacional de vacinação contra a covid-19, o registro da dose aplicada será nominal/individualizado. Os registros deverão ser feitos no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) em todos os pontos de vacinação da rede pública e privada de saúde. 

 

Estrutura 

 

O plano ressalta que o município possui, na zona urbana, para atendimento e vacinação dos públicos alvos, quatro Unidades Básicas de Saúde, distribuídas no centro da cidade, Setor Bela Vista, Setor Aeroporto II e Setor Antônio Joaquim Pires Martins Filho, popular Portelinha.   

 

Já na zona rural, área de responsabilidade da assistência de saúde por parte da Secretaria Municipal de Saúde de Pedro Afonso, existem 03 postos de saúde, que ficam nas localidades de Porto Real, Agrovila e Vila Mata Verde, também equipados para o atendimento às comunidades locais de acordo com o cronograma de vacinação estabelecido pelo Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde Tocantins.

 

Doses 

 

A Secretaria de Saúde, esclarece, ainda, no documento, que por se tratar de recomendação do Ministério da Saúde e ação do Sistema Único de Saúde, não há a necessidade de aquisição de vacinas por meio direto de compras ou negociações diretas com fabricantes ou laboratórios. Desta forma, toda a imunização a ser realizada na população pedroafonsina será por meio da destinação das doses vacinais disponibilizadas pelo Ministério da Saúde. 

 

Confira o documento na íntegra clicando no link abaixo.