População lota auditório em favor do Sisapa

Moradores atenderam chamado do município, e compaceram em peso para discutir o saneamento e a distribuição de água em Pedro Afonso   A população de Pedro Afonso ouviu o apelo da prefeitura, e compareceu em grande número à audiência pública que discutiu a realidade e os caminhos a serem tomados pelo Sistema de Saneamento de Pedro Afonso (Sisapa). O evento aconteceu na última quarta-feira (30), das 20h às 23h, no auditório do paço, e contou com a presença do prefeito Jairo Mariano, do diretor-presidente do Sisapa, Clarindo Rocha Silva, além de outras autoridades e representantes do município.   Durante a audiência, tratou-se da realidade do órgão, e com apoio da população presente, foi decidido que o Sisapa deve continuar a ser administrado pelo município. Para que sejam realizados os investimentos necessários na modernização do sistema, com o intuito de garantir a prestação de um serviço de mais qualidade, também foi acordado o reajuste da tarifa: irá para R$ 18,50, a partir de junho deste ano, e em 2015 ficará em R$ 22,50 – depois dessa recomposição da tarifa, o reajuste passará a ser anual, a partir de 2016, com o aumento baseado na variação do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M).   Além disso, o prefeito Jairo Mariano irá elaborar um projeto de lei que transforma o Sisapa – atualmente vinculado ao gabinete do prefeito – em autarquia, para que o sistema tenha mais autonomia e possa gerir os próprios recursos. A previsão é de que o projeto seja enviado para à Câmara Municipal até o fim do ano.   Para o diretor-presidente do Sisapa, Clarindo Rocha Silva, foi satisfatório ver que a comunidade aprovou as decisões que foram tomadas. “O prefeito agiu de forma coerente, pois a gestão é voltada para atender à comunidade. Essa audiência foi histórica, pois com a gestão direta o sistema sai fortalecido – terá mais cobranças, mas também mais eficiência no abastecimento de água”, disse ele.   Três ex-prefeitos de Pedro Afonso – José Edgar, Mário Sales e Tom Belarmino – também estiveram presentes na audiência, e endossaram a importância de se discutir o Sisapa com a comunidade pedro-afonsina. “Quem ganha com tudo isso é a população, e o prefeito está de parabéns por permitir que esse assunto viesse a público e fosse decidido sem qualquer interferência política-administrativa, prevalencendo a vontade da população”, elogiou Tom Belarmino.   Para o prefeito Jairo Mariano, a audiência era necessária uma vez que governar com participação popular é o formato mais apropriado de gestão para a administração pública. “A participação popular delimita, para que o gestor erre menos na hora de tomar decisões. Então nós compartilhamos as responsabilidades com a nossa comunidade, para termos condições de fazer desse município promissor, próspero, referência no estado do Tocantins e até no Brasil. A audiência hoje mostrou que o sistema atual é deficitário e não atende com qualidade, e a comunidade entendeu que é necessário fazer alguns ajustes, e promover o incremento da arrecadação. Isso demonstra o amadurecimento das pessoas, que estão compreendendo as limitações financeiras que temos e o significado da gestão que estamos realizando”, disse ele.