Pedro Afonso supera meta do Ideb

Escolas do município tiveram ótimo desempenho na avaliação do MEC   O município de Pedro Afonso superou a meta estabelecida pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) – que avalia a qualidade  dos ensinos fundamentais e médio em escolas de todo o país – conforme relatório divulgado ontem (08) pelo Ministério da Educação (MEC). A meta pedro-afonsina para 2015 era de 4.6, mas as escolas municipais superaram as expectativas e atingiram o índice de 5.3, o maior da história de Pedro Afonso, previsto para ser alcançado apenas em 2019.   A secretária municipal de Educação, Cultura e Esportes, Flávia Marson, comemorou o resultado e destacou que o mesmo é fruto do empenho de toda administração. “Nós superamos a meta graças ao trabalho realizado em Pedro Afonso pela secretaria municipal, os professores e demais servidores, que dão a cada dia o melhor de si pela educação de nossas crianças. Ficamos muito alegres com o resultado do Ideb, pois premia o esforço e atesta a qualidade do ensino oferecido pelas escolas de Pedro Afonso, e agora vamos buscar manter o padrão e aprimorar o índice na próxima avaliação”, disse Flávia.   O Ideb foi criado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em 2007, e é calculado com base nas informações do Censo Escolar e das médias obtidas por alunos nas avaliações do Inep, sendo divulgado a cada dois anos, com escala de 0 a 10 (quanto mais alto, melhor a qualidade da educação). Na avaliação 2015, Pedro Afonso atingiu 5.3, superando a meta do município para o ano, que era de 4.6, e também as metas previstas para 2017, que é de 4.9, e 2019, que é de 5.2. Para 2021, segundo a estimativa do Ideb, o município precisa atingir uma pontuação de 5.5.