Pedro Afonso é 4º município tocantinense no ranking de exportação

Conhecida como Capital da Soja e detentora da maior usina sucroalcooleira da região norte do país, Pedro Afonso é o quarto município tocantinense com maior volume de exportação no 3º trimestre de 2017.

Sozinho, o município é responsável por 11% dos produtos enviados a outros países, como aponta a Balança Comercial do Tocantins, de acordo as informações divulgadas pelo Centro Internacional de Negócios do Tocantins (CIN/TO) da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO). 

O município fica abaixo apenas da líder do ranking Porto Nacional que é responsável por 20%, da capital Palmas, com 17% e do município de Campos Lindos, que detém 12% das exportações.

O prefeito Jairo Mariano comentou o bom resultado e destacou o empenho dos produtores pedro-afonsinos. “É muito bom ver esses resultados na produção pedroafonsina, pois vemos o esforço e dedicação dos produtores que estão buscando inovações e tem investido no crescimento da produção sem aumentar área plantada, garantindo assim um desenvolvimento de forma sustentável”, afirmou Jairo.

Segundo o gestor, a prefeitura tem dado apoio para impulsionar a produção, que vai desde o pequeno produtor ao grande empresário. “Trabalhamos durante todo o ano de 2017 com o melhoramento das estradas vicinais, para auxiliar na logística e escoamento da produção, a implantação de políticas de apoio aos produtores e isso tem sido muito positivo”, relembrou.

Jairo ainda destacou que o bom posicionamento no ranking mostra a importância de Pedro Afonso para a região e para o Estado.  “Está entre as cidades que mais movimentam a economia dentro do Tocantins, mostra a nossa importância e essa visibilidade retornará em forma de atendimento de demandas que são necessárias para a nossa comunidade”, completou o gestor.

Com o apoio do município de Pedro Afonso a Balança Comercial teve saldo positivo de 37% em relação ao mesmo período do ano passado. Entre as ações que impulsionam o mercado está o aumento da exportação, que cresceu 43%, somando US$ 836,6 milhões. O estado segue a tendência nacional e regional de crescimento da balança comercial e já representa 7% do volume de exportação e 2% da importação da região Norte.

Entre os produtos de destaque na exportação do estado está a soja, que movimentou US$ 694 milhões, além de carnes bovinas congeladas (US$ 65 milhões) e de milho em grão (US$ 26 milhões).