Cras realiza oficina de encerramento das ações do PAIF 2019

A Prefeitura de Pedro Afonso, por meio da Secretaria de Trabalho e Assistência Social e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), realizou na manhã desta quinta-feira, 05, a reunião de encerramento das ações executadas com as famílias atendidas pelo serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) no ano de 2019.

Durante todo o ano, a equipe do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) realiza, com as famílias assistidas diversos  trabalhos sociais voltados, principalmente, ao fortalecimento de vínculos dentro dos lares, empoderamento feminino, apoio a crianças e adolescentes, inclusão no mercado de trabalho, além de ações de caráter preventivo, protetivo e proativo que visam a melhoria da qualidade de vida dos pedroafonsinos em situação de vulnerabilidade social. 

De acordo a diretora do Cras Pedro Afonso, Elaine Borges nos últimos meses as ações tem se intensificado e atraído ainda mais a atenção dos grupos prioritários. “São pessoas especiais para se trabalhar, com histórias impressionantes, comoventes e que precisam de ajuda. Nosso papel e possibilitar esse espaço de troca e conhecimento, por isso melhoramos e intensificamos os atendimentos, ouvindo suas demandas e adequando os nossos serviços as suas realidades”, afirma Elaine. 

O encerramento das ações do ano de 2019 contou com palestra que abordou temas como violência e a importância do diálogo dentro da família, além de doação de roupas, lanche e sorteio de brindes.  

O momento também foi marcado por muita emoção durante os depoimentos das mulheres e mães de famílias participantes do programa. “Há cerca de oito meses eu faço acompanhamento com a equipe do Cras. Quando procurei o serviço passava por momentos difíceis e elas me auxiliaram e deram todo o apoio. Só tem motivos para elogiar o trabalho que é feito o resgate que elas fazem com as famílias de Pedro Afonso”, conta a dona de casa Mirian Brito. 

“Eu estava desacreditada da minha vida com tantos problemas quando cheguei no Cras, com a proposta de montar uma pequena horta para conseguir sair do sofrimento que eu vivia e dar uma melhoria de vida aos meus filhos. Hoje eu tenho minha renda e compro as minhas coisas e ajudo o meu esposo. Isso tudo com o apoio da equipe da assistência social que acreditou o meu sonho e me fez viver uma outra realidade”, descreve a dona de casa Marta Martins. 

Ao todo 109 famílias são atendidas pelo serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF), que retornará as atividades em janeiro de 2020.